Pouco a pouco, o mercado de trabalho vem incorporando mão de obra com diversidade, mas ainda existem muitos mitos sobre contratação de pessoas com deficiência. Por falta de conhecimento dos contratantes, essa parcela da população não tem oportunidades que são condizentes com as suas capacitações.

É preciso saber diferenciar o que são mitos sobre a contratação de pessoas com deficiência e o que é verdade para garantir que a empresa possa ter uma cultura organizacional inclusiva. Áreas-chave que devem preservar pela diversidade e inclusão dos colaboradores são as que mais devem conhecer sobre o assunto e disseminá-lo.

Por isso, esclarecer todas as dúvidas é fundamental para acabar com as barreiras imaginárias.

Mitos sobre contratação de pessoas com deficiência

Conheça alguns dos mitos sobre contratação de pessoas com deficiência que podem impedir a empresa de contar com bons profissionais.

1. Será difícil se comunicar com profissionais com deficiência

A comunicação se torna difícil apenas quando se coloca barreiras. A verdade é que os profissionais sabem entender e se fazem compreender de acordo com o grau de comprometimento de sua deficiência. É preciso se preparar para lidar com as diversidades e, nesse caso, uma consultoria pode dar as orientações iniciais necessárias.

Para que seja possível conversar com todos, os líderes e a equipe devem estar preparados. Apesar de no início parecer uma tarefa desafiadora, com a convivência isso passa a ser simples e rotineiro.

2. Há poucos profissionais com deficiência

Ao todo são mais de 45 milhões de pessoas com deficiência no país e muitos deles preferem trabalhar do que receber benefícios do governo. São muitos os profissionais com deficiência que podem ocupar um posto de trabalho; só precisam ter uma oportunidade.

Eles representam uma boa parte da população e possuem qualificações abrangentes, por isso podem ocupar cargos diversos. Basta oferecer a oportunidade para entender que candidatos não faltam.

3. Não possuem qualificação adequada

Um dos mitos sobre contratação de pessoas com deficiência é que elas não possuem qualificação e a empresa terá de ensinar tudo. Isso não é bem verdade, muitos têm formação em cursos técnicos, graduação e especializações.

Assim como ocorre com todos os profissionais, existem aqueles que são mais capacitados e possuem perfil para uma vaga administrativa ou gerencial e outros voltados às vagas mais operacionais.

4. Apresentam problemas comportamentais

Problemas de comportamento podem ocorrer com qualquer colaborador, tenha ele deficiência ou não. Evitar esse tipo de complicação requer que o processo seletivo seja adequado e que os gestores façam o acompanhamento com feedbacks sempre que necessário.

Existem muitos trabalhadores desse grupo que servem de exemplo em relação à postura, porém, isso dependerá da índole da cada pessoa e não de sua deficiência.

5. Não podem ser cobrados por desempenho

Todo colaborador pode ter metas a serem atingidas e avaliados pelo desempenho. Pensar que seria diferente nessa situação é apenas mais um dos mitos sobre contratação de pessoas com deficiência.

O desempenho deve estar ajustado de acordo com a função exercida e com as condições da estrutura oferecida ao profissional. Se a empresa trabalha com bonificação por desempenho, não precisa ter nenhum receio em aplicá-la ao colaborador. Em nenhum momento será discriminatória se seguir uma política clara.

6. Não poderão ser demitidos

A demissão dos funcionários deve seguir uma política clara, devendo ser aplicada por baixo desempenho, postura inadequada e outros casos previstos em lei. Não existe nenhum encargo adicional para a demissão, ela ocorre de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho e deve seguir todos os trâmites de reposição de acordo com a lei de cotas.

7. Não necessitam de um plano de carreira

É comum achar que profissionais com deficiência estão apenas cumprindo cotas e que a empresa está fazendo um favor ao contratá-los. Como qualquer trabalhador, eles atuam para cumprir metas, se especializam e não querem ser tratados de forma diferente.

É preciso ter um plano de carreira para que eles possam buscar uma ascensão profissional, satisfação com a empresa e dar suas contribuições.

Não se deve deixar de ter bons profissionais no quadro de colaboradores por conta dos mitos sobre contratação de pessoas com deficiência. O conhecimento e experiências positivas são capazes de mudar essas ideias distorcidas e promover a diversidade nas organizações.

Quer saber como dar os primeiros passos para acabar com os mitos sobre profissionais com deficiência? Veja o nosso artigo Por que e como contratar pessoas com deficiência.