Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apenas 1% das pessoas com deficiência estão inseridas no mercado de trabalho. Esse baixo número é decorrente de diversos fatores, dentre eles, os rótulos que afetam a contratação.

Os seres humanos têm o hábito de rotular as pessoas, classificando-as em grupos para facilitar sua inclusão ou exclusão. No caso das pessoas com deficiência, os rótulos muitas vezes não condizem com a realidade e afetam os profissionais na hora de conseguir uma vaga de emprego.

Quem contrata deve estar atento ao assunto, pois não podemos deixar que essas falsas classificações virem esteriótipos que excluem e dificultam a inclusão dos profissionais na sociedade . Entenda alguns mitos sobre as pessoas com deficiência e não se deixe influenciar por eles.

Deficiência é doença


Deficiência não é considerada uma doença, apesar de seu surgimento poder ser resultado de algum problema de saúde. Quem a possui pode ser bastante saudável e levar uma vida como qualquer outra pessoa.

É importante ressaltar que a deficiência não é contagiosa e por isso não prejudicará as pessoas que convivem com ela.

Criar acessibilidade custa caro


Devido à falta de informação, as empresas deixam de contratar pessoas com deficiência por achar que todas necessitam de acessibilidade. Vale lembrar que existem diversos tipos de deficiência e, de acordo com as limitações, as pessoas podem ou não precisar de acessibilidade.

Em relação à arquitetura, podem ser necessárias algumas intervenções como criação de rampas e banheiros com acessibilidade. Porém, algumas dessas obras podem ter um custo bem mais baixo do que se imagina. Sem falar que todas as adaptações poderão ser utilizadas por todos, como por exemplos idosos, gestantes, pessoas com mobilidade reduzida.

Profissionais com deficiência são incapazes


Essa é uma ideia bastante antiga e que não condiz nem um pouco com o que vemos na prática, sendo mais um dos rótulos que afetam a inclusão. Seja deficiência física, auditiva, visual ou mental, todos podem ser independentes e ter uma rotina diária normal.

Eles podem aprender uma profissão e desenvolver as suas atividades com qualidade e excelência, precisando em algumas situações apenas de adaptações. Não é raro que profissionais com deficiência consigam obter um desempenho equivalente ao de seus colegas.

Possuem baixa ou nenhuma qualificação


A deficiência não impede diretamente a pessoa de estudar, fazer cursos e se qualificar. Na maioria das vezes, o impeditivo está no sistema de ensino, que nem sempre está adequado àqueles que precisam de adaptações. Quando as condições mínimas de acessibilidade são cumpridas, a busca pela qualificação passa a depender muito mais do interesse individual.

Deficientes são heróis


Colocar os deficientes em um patamar de heroísmo é um erro. Acreditar que sejam heróis faz com que se sintam “obrigados” a realizar grandes feitos todos os dias. Portanto, não deve-se considerar exemplos de superação como heroísmo; este é apenas mais um dos rótulos que afetam a contratação e que precisa ser deixado pra trás.

A empresa não ganha nada contratando deficientes


Outro engano e mais um dos rótulos que afetam a contratação. Se formos falar de leis, as empresas com mais de 100 colaboradores passam a cumprir a legislação, tendo em seu quadro de colaboradores profissionais com deficiência, deixando de pagar multa. Nesse caso, o ganho é financeiro.

No entanto, há ganhos muito maiores que esses. As relações interpessoais podem ser melhoradas e influenciar no clima organizacional. Os colaboradores precisam aprendem a conviver com as diferenças, respeitá-las e entender que isso apenas enriquece o trabalho e as pessoas.

Rótulos que afetam a contratação: agora você sabe que eles não são verdadeiros!


Conseguir esclarecer a realidade dos profissionais com deficiência é mais do que necessário para compreender as suas capacidades e limitações. Essa também é uma maneira de saber que eles convivem na sociedade e podem contribuir com ela de alguma forma, como qualquer pessoa.

Portanto, quando for selecionar novos colaboradores para a empresa, não deixe que os rótulos que afetam a contratação influenciem no seu julgamento.

Se a sua empresa ainda não está preparada para conduzir a contratação de profissionais com deficiência, conte com a ajuda de Talento Incluir e conheça um pouco mais dos serviços que podem contribuir com o projeto de inclusão.