O mercado de trabalho está em constante transformação. A cada dia é preciso buscar por novos conhecimentos, as culturas organizacionais estão se transformando e surgem diferentes modelos de negócio. Essas mudanças fazem muitas pessoas pensarem em mudar de emprego.

Deixar uma posição atual para ir em busca de novas oportunidades exige que se pense sobre o assunto e que se pondere os motivos por trás desse desejo. Uma escolha errada pode gerar mais frustração do que permanecer na atual posição.

Para que você possa saber se está na hora de mudar de emprego e reflita com cuidado sobre o assunto, existem alguns fatores a serem considerados.

Não ter vontade de sair da cama para trabalhar


Ao acordar você pensa: “não quero ir trabalhar”. Esse é um grande indício de que está na hora de mudar de emprego, pois você não consegue sequer ter motivação para sair da cama.

Isso acontece porque as pessoas estão preocupadas em manter os seus salários, mas já não acreditam mais nos rumos da empresa, têm dificuldade de relacionamento ou não veem um desafio na sua função, o que a torna desinteressante.

Não se envolver em novos projetos


As empresas que estão em constantes mudanças apresentam desafios a seus colaboradores e isso permite a participação em novos projetos. Pode ser que você não esteja preparado para assumir uma responsabilidade e nesse caso é melhor repensar de de fato chegou a hora de mudar de empresa.

O problema é quando se tem toda a capacidade para se envolver e começa a recusar convites com frequência. Consequentemente, ocorre a estagnação na mesma posição, não há crescimento profissional e, com o tempo, a motivação para trabalhar acaba indo embora.

A empresa não trabalha a diversidade


Empresas que não têm uma cultura inclusiva e não oferecem condições para que os profissionais com deficiência desenvolvam suas tarefas e se sintam acolhidos não oferecem um bom ambiente de trabalho.

Para ser um bom profissional é preciso contar com o suporte e infraestrutura da organização, respeito dos superiores e colegas de trabalho, ter espaço para demonstrar seu potencial é primordial para quem busca desenvolvimento profissional.

Tornar-se o protagonista da carreira


Antigamente, eram as empresas que ditavam o caminho a ser seguido por cada profissional, alocando-o na função que entendiam que era mais conveniente para o negócio.

Atualmente, cada pessoa pode traçar os seus próprios caminhos e decidir quando mudar de emprego, de qual empresa pretende fazer parte e qual função quer exercer. Para conseguir isso é preciso se preparar, mas quando já se atingiu esse patamar, é hora de assumir as rédeas.

A mudança frequente de emprego não é mais vista com maus olhos, desde que a pessoa tenha coerência na sua trajetória profissional. Portanto, quem quer ser protagonista terá de tomar decisões de quando é hora de mudar de emprego.

Benefícios mais atrativos


O salário já deixou de ser o principal atrativo para os colaboradores; hoje eles estão em busca de mais. Os benefícios como vale-alimentação, refeição, plano de saúde, plano odontológico, academia, bolsa de estudos e outros acabam tendo um peso grande nas decisões.

Além desses, as possibilidades de traçar um plano de carreira, agregar conhecimento, ter desafios, se envolver em novos projetos e trabalhar com pessoas que reconheçam o profissional são essenciais. Avalie se ao mudar de empresa você conseguirá mais benefícios do que tem hoje e como eles podem ser importantes.

A empresa não está indo bem, então é hora de mudar de emprego


Para finalizar, existe uma situação que pode ser bastante preocupante para os profissionais e tornar a decisão ainda mais difícil, porém necessária. Pode haver identificação com a organização e gostar do que faz, mas, quando há indícios de problemas financeiros ou do fechamento da empresa, mudar de emprego pode ser uma boa alternativa.

Nesse caso, é possível começar a procurar emprego enquanto ainda está trabalhando, pois, dessa forma, você conseguirá se recolocar sem ficar muito tempo desempregado.

Mudar de emprego não é algo ruim, muito pelo contrário. Encare como um recomeço ou uma maneira de ir atrás de seus sonhos profissionais. Porém, para que não haja decepção antes de tomar qualquer decisão, é preciso pensar sobre os pontos citados.

Você é um profissional com deficiência e quer mudar de emprego? Conheça as soluções da Talento Incluir e veja como ela pode te ajudar.