(11) 2950-8312 / (11) 2283-1004 / (11) 7736-5613


Quero receber notícias no meu e-mail

Mídia

Inclusão de Profissionais com Deficiência | Pesquisa Talento Incluir 2013

24/09/2013

 Inclusão de Profissionais com Deficiência

Pesquisa Talento Incluir 2013

 

Introdução da Pesquisa

Para entender o panorama atual da inclusão de profissionais com deficiência no mercado de trabalho, a Talento Incluir realizou esta pesquisa com 121 empresas do Brasil, o que resultou em informações valiosas e atualizadas para auxiliar as organizações no desafio de oferecer oportunidades de trabalho as pessoas com deficiência, que representam 23% da população brasileira.

De acordo com o CENSO do IBGE realizado em 2010, existem 45.623.910 pessoas com deficiência no Brasil, destas, as Superintendências Regionais do Trabalho acreditam que 11 milhões estejam aptas, com capacidade laboral e idade para o trabalho.

Conforme dados apresentados pela RAIS, o Brasil contrata apenas 325.291 pessoas com deficiência e a fiscalização apresenta um número ainda menor: 150.860 profissionais estão contratados formalmente.

A seguir, o resultado da pesquisa. Em todos os índices a base é de 121 empresas pesquisadas em ago/13, apresentados a seguir:

 

Área responsável pelo Programa de Inclusão: 

 

Cultura: 1%      Desenvolvimento Organizacional: 6%      Diversidade: 3%      Outras: 2%      Recrutamento e Seleção: 17%      Responsabilidade Social: 2%        Recursos Humanos: 69%

 

 

 Sua empresa cumpre a cota exigida pela Lei de Cotas (8.213/91)?

Não: 87%      Sim: 11%      Não se aplica: 2%

 

 

Principal ação realizada para a inclusão de Profissionais com Deficiência:

Ações de Recrutamento e Seleção: 78%      Desenvolvimento e apoio de Gestores: 5%      Captação dos profissionais com deficiência: 4%      Outros*: 13%

* Outros correspondem às seguintes ações: acessibilidade, Envolvimento de outras áreas, Palestras corporativas, Planos de Retenção e Preparação para os profissionais de RH 

 

 

Turn over de profissionais com deficiência último trimestre [jun, jul , ago/13]:

Dos 836 (100%) profissionais contratados pelas empresas pesquisadas, 507 (61%) foram demitidos ou demissionários.

 

 

Principais dificuldades encontradas nas empresas para incluir Profissionais com Deficiência

1. Baixa qualificação dos profissionais com deficiência

2. Despreparo dos Gestores

3. Não encontrar profissionais com deficiência

4. Falta de acessibilidade

 

 

Relatório Final – Considerações da consultoria Talento Incluir

A Talento Incluir, consultoria especializada em inclusão de profissionais com deficiência nas empresas, realizou uma pesquisa com 121 organizações do Brasil, com o objetivo de entender o panorama atual da inclusão de profissionais com deficiência no mercado de trabalho.

De acordo com os resultados, 69% das empresas responsabilizam a área de Recursos Humanos pela inclusão dos profissionais com deficiência. A Talento Incluir entende que essa responsabilidade é de toda a empresa.

É importante dividir a responsabilidade de incluir com outras áreas, para que a contratação dos profissionais com deficiência se torne um processo sustentável na organização.

Segundo a pesquisa, 87% das empresas não cumprem a cota exigida por lei (8.213/91). Percebemos que incluir profissionais com deficiência não pode ser uma ação isolada, e sim parte dos processos da empresa.

Sobre as principais ações realizadas nos programas de inclusão, 78% das empresas investem em Recrutamento e Seleção. Na sequência aparecem o Desenvolvimento de Gestores com 5% e a Capacitação de Profissionais com Deficiência com 4%.

A Talento Incluir entende que ações isoladas são pouco eficazes, a forma mais assertiva para reter o profissional com deficiência é desenvolvendo o gestor e o profissional.

A pesquisa também indica que o índice de turn over dos profissionais com deficiência no último trimestre [jun, jul , ago/13] é de 61%.

Os dados evidenciam que atualmente as empresas investem em ações de contratação, porém, entendemos que ações de desenvolvimento aumentariam os índices de retenção dos profissionais com deficiência.

Das dificuldades encontradas pelas empresas para incluir profissionais com deficiência, as 4 principais foram: 1.Baixa qualificação dos profissionais com deficiência; 2.Despreparo dos Gestores; 3. Não encontrar profissionais com deficiência e; 4. Falta de acessibilidade.

 

Percepção da Talento Incluir sobre as dificuldades:

1. Baixa qualificação dos profissionais com deficiência: a falta de acesso à educação é um dos principais fatores que contribuem para essa dificuldade. 60% da população com deficiência, segundo o Censo do IBGE de 2010, não têm o ensino médio completo.

Uma boa notícia é que segundo o estudo feito pelo Ministério da Educação (MEC), o número de pessoas com deficiência matriculadas no ensino superior aumentou 933, 6% do ano de 2000 a 2010 (Fonte: Revista Sentidos - ano 12 - edição 77 – Julho 2013).

Sabemos que a lei existe principalmente para dar oportunidade à população que estava à margem da sociedade. As pessoas com deficiência qualificadas e desenvolvidas em seu comportamento social são mais independentes e possivelmente não precisam da lei de cotas para trabalhar.

2. Despreparo dos Gestores: é compreensível gestores resistirem as contratações ou não saberem fazer a gestão do profissional com deficiência. A deficiência é uma diferença diferente e poucas pessoas tiveram a oportunidade de conviver com essas diferenças. A falta de informação leva ao preconceito e inibe a inclusão de acontecer. Desenvolver o gestor para liderar estes profissionais, assim como preparar o RH com informações para apoiar o gestor neste desafio, podem ser soluções eficientes.

3. Não encontrar profissionais com deficiência: sabendo que mais de 45 milhões de pessoas possuem algum tipo de deficiência no Brasil e que destas, 11 milhões estão aptas para o trabalho, além do fato de Brasil contratar hoje um pouco mais de 150 mil, como não encontramos esses profissionais?

É preciso envolvimento com o tema e mais conhecimento sobre o público com deficiência para perceber que, talvez, a busca pelos profissionais em locais óbvios não funcione.

4. Falta de acessibilidade: não podemos esquecer que acessibilidade é Lei (10.098/00). As pessoas com deficiência tem diferentes necessidades e conhecer a pessoa que está sendo contratada pela empresa é importante para entender a necessidade de adaptação para ela.

Acesso físico é apenas uma das necessidades, porém também existe acesso tecnológico, acesso comunicacional, entre outros.

Agradecemos as empresas que contribuíram para esta pesquisa, dividindo seus desafios e conquistas para incluir profissionais com deficiência.

Percebemos que quando a inclusão de profissionais com deficiência torna-se estratégia, as ações propostas passam de responsabilidade de uma única área para cultura da empresa, assim a inclusão torna-se um processo sustentável.

"É preciso se preocupar com as forças das diferenças, e não com as suas fraquezas"    

Carl Gustav Jung

 



Nenhum comentário


DEIXE SEU COMENTÁRIO
Seu Nome *
Seu E-mail *
Ver todas as notícias