Serviços Candidato

Programas de Inclusão

01 Treinamento de RH

A área de Recursos Humanos é, geralmente, a principal responsável pelo Programa de Inclusão de profissionais com deficiência nas empresas. Sendo assim, o RH precisa de desenvolvimento e preparação para assumir com tranquilidade as responsabilidades do dia a dia e envolver outras áreas em determinados momentos. 
Sugerimos um treinamento para os profissionais de RH, dividido em 4 módulos:

MÓDULO 1- O papel do RH no programa de inclusão:

  • entendimento de preconceito e vieses inconscientes;
  • estratégias do programa de inclusão sustentável;
  • envolvimento de outras áreas.

MÓDULO 2 - Recrutamento e Seleção

  • dicas para captar candidatos com deficiência
  • o momento da entrevista
  • prática com candidatos da vida real
  • preparação para convencimento dos gestores

MÓDULO 3 - Multiplicadores de Ambientação 

  • Formação de profissionais responsáveis por realizarem as Ambientações a cada contratação de um profissional com deficiência.

MÓDULO 4 - Multiplicadores de Pesquisa de Acompanhamento

  • Formação de profissionais responsáveis por realizarem as Pesquisas de Acompanhamento  dos profissionais com deficiência contratados e seus gestores.

02 Envolvimento da Presidência e Diretoria

Incluir pessoas com deficiência nas empresas é um processo recente e que demanda desenvolvimento de cultura organizacional. Quando conquistamos o apoio da alta liderança da empresa, as ações de inclusão acontecem com mais agilidade e os resultados positivos aparecem rapidamente.

Programas de inclusão TOPDOWN tem mais chances de sucesso.

Propomos reunião para apresentar de forma prática e esclarecedora, através de dados estatísticos e aspectos legais, para presidência e diretoria da empresa com foco na realidade atual de inclusão no Brasil e no mercado de trabalho.

O objetivo é envolver a presidência e diretoria nas ações de inclusão, conquistando apoio e investimento para aplicação das ações do programa, aumentando assim as chances de envolvimento das pessoas nas ações propostas.

03 Desenvolvimento de Gestores

Análises e estudos dos mais diferentes casos de desligamento de profissionais com deficiência das corporações apontam, como um dos fatores mais relevantes, o despreparo da gestão direta do colaborador com deficiência que, por falta de informação, não o inclui na equipe e tem dificuldades em delegar e cobrar atividades destes profissionais. Propomos o desenvolvimento de gestores, tendo como principal foco preparar a liderança para reter e desenvolver os profissionais com deficiência. 

O objetivo é preparar a liderança para atuação inclusiva e responsável, aumentando a perspectiva de uma carreira de sucesso para o colaborador com deficiência.

04 Palestras Corporativas

A equipe que receberá o profissional com deficiência também precisa ser preparada, pois, no dia a dia, será com a equipe a maior convivência destes profissionais.

Para conscientizar e envolver toda a organização na inclusão dos profissionais com deficiência a Talento Incluir oferece duas possibilidades:

  • Palestras em auditório 

  • Inserções nas Áreas

O objetivo é conscientizar toda a corporação sobre a inclusão de pessoas com deficiência, promovendo respeito e convivência natural, aumentando assim as chances de crescimento e desenvolvimento do profissional.

05 Desenvolvimento de Comunicação

A proposta de comunicação no programa de inclusão é uma estratégia que envolve um número maior de pessoas, aumenta o respeito no tratamento dos profissionais com deficiência e propõe igualdade de oportunidades na empresa. A Talento Incluir oferece algumas alternativas de comunicação: 

  • Marca Inclusiva: desenvolvimento de uma logo marca e nome do Programa de Diversidade e Inclusão, para fortalecer a imagem e o valor da cultura inclusiva na empresa. 

  • Book Informativo: desenvolvimento de texto e conteúdo com naturalidade, leveza e linguagem customizada ao público de cada empresa. O material pode ser direcionado para diversos públicos internos, como gestores, equipes, etc. E de diversas formas: impressos, formato para e-mail ou whatsapp.

  • Shots on line: criação de pequenos textos para campanha de comunicação on line, para serem utilizados como inserções de comunicação periódicas.

06 Preparação da área de Comunicação

Preparação da área de comunicação para que o desenvolvimento de todas as ações de comunicação do Programa de Inclusão sejam desenvolvidos pela própria empresa e que comunicar Inclusão e Diversidade se torne processo para a área. 

07 Conteúdos em Vídeo

Para gerar conteúdo com potencial de multiplicação para todos os profissionais da empresa, uma alternativa é a gravação dos conteúdos das palestras em vídeo aulas, com foco em disseminar informações para convivência com naturalidade entre os profissionais com deficiência, equipes e seus gestores.

Sugestões de público e temas:

  • Para os gestores: Gestão da diversidade como estratégia para os resultados
  • Para os profissionais com deficiência: Protagonismo pela carreira
  • Para equipes: Inclusão de profissionais com deficiência, você faz parte!
  • Para novos colaboradores: a importância da inclusão de profissionais com deficiência para nossa empresa

08 Análise de Acessibilidade Física

Quando pensamos em incluir profissionais com deficiência nas empresas, um dos primeiros fatores que favorecem esse processo é total acessibilidade física. Todos os colaboradores da organização têm direito de acessar, com autonomia e segurança, todos os ambientes comuns da empresa.

Nesta solução propomos:

  • Visita inicial nos imóveis para análise do acesso através de dimensões e fotos;
  • Emissão de Relatório detalhado das adequações a serem feitas nos espaços da empresa com base na Norma vigente (NBR9050/94);
  • Entrega da análise em reunião orientativa para área responsável pela infraestrutura;
  • Prazo de entrega: 15 dias para análise, compilação das informações, produção e entrega do relatório.

09 Análise de Acessibilidade Tecnológica

Para aumentar a possibilidade de contratação de profissionais com deficiência visual, é importante verificar os sistemas utilizados pela empresa. Esta solução envolve área de tecnologia que devem entender quais são as possibilidade de inserção de softwares de leitura de tela (para profissionais cegos) e de ampliação (para pessoas com baixa visão), de acordo com as regras estabelecidas pela LBI. 

Este estudo contempla:

  • 10 horas de análise em reuniões e testes práticos;
  • 10 horas de elaboração de relatório;
  • reunião de entrega orientativa para a área de tecnologia.

10 Recrutamento e Seleção

O processo de R&S na Talento Incluir pode ser contratado de forma modular, desde recrutamento simples até o mais completo, que acompanha o candidato até a sua real inclusão na equipe. 

Nossos selecionadores experientes gerenciam as ações alocados na Talento Incluir, atuando na empresa cliente em ações específicas.

Nossos diferenciais:

  • Preparar os profissionais com deficiência para as entrevistas: aconselhamento e direcionamento para aumento das chances de contratação;
  • Envolver Gestores: antecedendo entrevistas remotamente (por telefone) ou presencial caso haja necessidade;Acompanhar as entrevistas: em casos de gestores resistentes ou inseguros e em casos de profissionais com sequelas específicas da deficiência;Apoiar na decisão e ajustes de funções: acompanhamento de perto das devolutivas dos gestores para percepção de possíveis resistências e desenvolvimento da liderança.

Nos sentimos responsáveis pelas oportunidades que oferecemos aos candidatos que confiam e buscam nossas vagas, sendo assim, cuidamos do desenvolvimento de cultura inclusiva das empresas que apoiamos nesta ação de contratação.

11 Ambientação e Acompanhamento

Para favorecer a inclusão do profissional com deficiência contratado nas áreas que serão alocados, oferecemos duas ações, que impactam diretamente no tempo que ocorrerá a integração e produtividade do profissional contratado. São elas:

  • Ambientação: recepção para os profissionais contratados, em encontro de até 1h com a equipe, gestor e o profissional com deficiência no momento da inclusão, com o objetivo de tornar o relacionamento entre os envolvidos, o mais natural e mais rápido possível;
  • Acompanhamento [sugestão 1º, 3º e 5º mês]: com o objetivo desenvolver e reter o profissional, propomos o acompanhamento para diagnosticar possíveis despreparos por parte do gestor ou do profissional com deficiência e apresentamos soluções para resolução dos problemas levantados. 

Com Ambientação e Acompanhamento aumentamos significativamente as chances da contratação ser um sucesso e do profissional crescer e se desenvolver na organização.

12 Pesquisa de Diagnóstico

Acompanhar os profissionais com deficiência no dia a dia é a proposta desta ação de retenção.

Nossa metodologia sugere a aplicação de uma pesquisa espelho, ou seja, aplicamos um questionário para os profissionais com deficiência e para seus gestores, seguindo o mesmo roteiro, para termos indicadores comparáveis. 

Os objetivos da pesquisa são:

1- Levantar indicadores de sucesso e pontos de instabilidade do programa de inclusão;

2- Acompanhar de perto o desenvolvimento e a retenção dos profissionais contratados;

3- Oferecer possibilidades de desenvolvimento e encarreiramento para o profissional com deficiência;

4- Abrir um canal de escuta e apoio aos gestores no dia a dia;

5- Colher sugestões dos envolvidos diretos para melhoria do Programa de Inclusão.

 

13 Workshop Comportamental

Sabendo que a população com deficiência, de maneira geral, pode ter sido impedida de convívio social durante seu processo de formação, nem sempre podemos esperar destas pessoas o entendimento do funcionamento e das regras corporativas.

Sugerimos encontros periódicos com os profissionais com deficiência  para despertar a transformação de atitudes, desenvolvendo habilidades profissionais, de relacionamento e a responsabilidade individual para aumento das possibilidades de inclusão nos grupos.

Empoderados de suas atitudes para o auto desenvolvimento, profissionais com deficiência passam a se desenvolver e se destacar na carreira, contribuindo ainda mais para os resultados esperados pelas empresas.

14 Grupo de Trabalho - Formação e Acompanhamento

programa de inclusão não é responsabilidade apenas do RH. Indicamos a criação de um Grupo de Trabalho com representantes dos departamentos considerados estratégicos para o que o processo de inclusão alcance seus objetivos.

Áreas que podem participar do Grupo: 

  1. Diretoria 
  2. RH 
  3. Jurídico 
  4. MKTG e Comunicação 
  5. Medicina do Trabalho 
  6. Engenharia e Patrimônio
  7. TI 

Reuniões periódicas de até 4 horas com grupo de trabalho com o intuito de dividir as responsabilidades das necessidades do Programa de Inclusão, estabelecendo metas de acordo com as demandas específicas.

15 Desenvolvimento de Terceirizados

Uma empresa inclusiva se relaciona respeitando as diferenças e a individualidade das pessoas. A medida que ocorre contratação de profissionais com deficiência, o dia a dia passa a ser de interação e convivência com as possibilidades e as necessidades específicas destes profissionais. Preparar os profissionais de recepção, estacionamento, segurança, restaurantes é um dos passos para tornar a cultura da organização completamente inclusiva.

Atendimento ao consumidor com deficiência

16 Hotéis

17 Pontos Turísticos

18 Companhias Aéreas

19 Empresas Aeroportuárias

20 Lojas e Varejo em Geral

 

 

21 Órgãos Públicos

22 Supermercados

23 Restaurantes