Após alguns anos de crise financeira e o desemprego aumentando, o cenário do emprego promete trazer melhoras para quem está em busca de uma oportunidade em 2020.

Apesar dessa ser uma notícia positiva, a mudança deve ocorrer de forma gradativa e os profissionais mais bem preparados serão os primeiros a conquistarem uma vaga. Conhecer quais são as habilidades mais procuradas e as projeções de emprego para 2020 te ajudará a se posicionar como candidato e ter maiores chances.  

Retomada do setor de construção e saneamento básico

Quem busca oportunidades de emprego na área de construção civil poderá encontrar um número maior de vagas e contratações ocorrendo com maior frequência. Nesse setor existem vagas que não exigem alto nível de escolaridade até as que requerem alto grau de especialização e conhecimentos bastante específicos.

Até o final do ano, com a queda dos juros bancários para financiamento de imóveis, haverá uma grande demanda por profissionais para trabalhar nas novas construções.

Crescimento dos empregos com carteira assinada

Muitos profissionais acabaram migrando para a informalidade para conseguir ter algum tipo de renda em meio à crise dos últimos anos. A notícia positiva é que as empresas devem voltar a contratar com a carteira assinada.

A projeção de emprego para 2020 é positiva, porém, ainda contida. Espera-se que o percentual de desempregados diminua cerca de 5%; um percentual ainda baixo, entretanto, mediante o cenário visto nos últimos anos, é positivo e corresponde a mais de 800 mil empregos gerados.

Aumento do número de vagas de emprego em 2020 para profissionais com deficiência

As vagas de emprego devem surgir para todos os profissionais, incluindo para os que possuem deficiência (PcD).

Isso é reflexo da necessidade das organizações de se adequarem à Lei de Cotas, mas também por perceberem que a diversidade é necessária e traz diversos benefícios. É uma realidade tanto as vagas destinadas exclusivamente para profissionais com deficiência quanto aquelas que são concorridas por pessoas com e sem deficiência; nesse caso, leva vantagem quem estiver melhor preparado.

Cargos de liderança ocupados por profissionais com deficiência

O percentual de trabalhadores com deficiência ocupando cargos de liderança ainda é bastante baixo. Apenas 4% das vagas de gerente e 0,4% de diretor são ocupados por esses profissionais.

Com a percepção da contribuição da diversidade para as empresas e a baixa representatividade no topo das hierarquias, a tendência é que o debate em torno da diversidade na liderança das empresas ganhe ainda mais força. De todo modo, as exigências para ocupá-los serão as mesmas: a alta qualificação dos profissionais.

Carreiras com maiores oportunidades

Algumas áreas e cargos terão uma demanda maior por mão de obra, primeiro por serem áreas que estão se expandindo e também por não terem profissionais qualificados para preenchimento das vagas nesse momento.

As carreiras de TI estão com alta demanda de contratação, porém não são as únicas. Profissões ligadas a marketing, vendas, engenharias, seguros, mercado financeiro e contabilidade também devem abrir muitas possibilidades.

Ter formação, especializações e cursos nessas áreas pode abrir muitas possibilidades para quem busca uma nova oportunidade, quer ingressar no mercado de trabalho ou retomar a carreira.

Trabalho home office

Muitas empresas ainda resistem em permitir que os colaboradores trabalhem de casa, mas essa é uma tendência de emprego que pode crescer em 2020. O número de profissionais que realizam esse tipo de trabalho em período integral ou parcial está aumentando e há expectativas de crescimento.

Essa modalidade de trabalho tem trazido um retorno positivo com profissionais mais engajados, motivados e produtivos. Entretanto, esse modelo é mais adequado para pessoas que possuem determinadas características, como autogestão e organização.

Equipes colaborativas

A busca por profissionais que sabem trabalhar em equipe e têm um bom relacionamento deve crescer e a inclusão deve ser uma grande aliada nesse ponto. O trabalho individualizado cada vez mais é deixado de lado para dar lugar a criações conjuntas.

Características como empatia, colaboração, trabalho em equipe e facilidade de relacionamento começam a ser buscadas nos candidatos e ampliam as chances de conseguir uma vaga.

Recrutamento e seleção online

Para encontrar os candidatos ideais, as empresas cada vez mais contam com recursos tecnológicos, como divulgação das vagas em redes sociais e sites. Além disso, a seleção utiliza ferramentas tecnológicas, como análise do comportamento em redes sociais e realização de entrevistas por vídeos e testes online.

É preciso estar presente nessas plataformas e preparado para esse tipo de seleção se quiser conquistar uma nova vaga e demonstrar seu potencial.

Em resumo, as vagas de emprego em 2020 devem ter um leve crescimento, mas ainda serão bastante concorridas. Portanto, saber o que as empresas esperam ajuda a ter uma vantagem em relação aos concorrentes.

Quer sair na frente e ampliar as chances de participar em processos seletivos? Cadastre seu currículo no site da Talento Incluir e chame atenção das empresas.