A acessibilidade traz benefícios para os colaboradores e também para as empresas, entre eles, promover a inclusão gerando possibilidades para que todos os colaboradores e clientes possam circular livremente ou utilizar os recursos da empresa com total autonomia.

Evidentemente que existem muitos outros motivos secundários para que se garanta a acessibilidade, porém não basta apenas criar um projeto e esperar que a organização tenha estrutura física para receber colaboradores e clientes com deficiência. É preciso estabelecer metas constantes que garantam a continuidade da ideia que foi iniciada.

Apesar de parecer simples, esse é um processo de longo prazo que deve estar incluso no planejamento. Se isso não ocorrer, é bem provável que as metas se tornem apenas números, sem que haja alguém que as acompanhe e verifique se estão sendo cumpridas.

Para incluir a acessibilidade nas metas da empresa é necessário seguir alguns passos, veja quais são eles.

Faça um diagnóstico de acessibilidade

O primeiro passo é fazer um diagnóstico de acessibilidade para saber o que já existe, em que condições está e o que precisa ser melhorado.

Nesse momento será feito um levantamento completo para entender em que patamar a organização está e o que será preciso incluir nas próximas etapas. Essa etapa pode incluir tanto a estrutura física, como também os sistemas e a comunicação.

Analise as exigências legais

A contratação de pessoas com deficiência é determinada por lei, assim como as condições do ambiente e infraestrutura oferecida ao colaborador.

Conhecer a legislação será fundamental para identificar o que está de acordo ou não com a Lei de Cotas, com as orientações do desenho universal e outros. É indicado que haja um suporte de um especialista que oriente sobre esses aspectos, pois as empresas que tentam fazer isso sozinhas, sem experiência, acabam cometendo alguns erros.

Entretanto, nada impede que as exigências legais sejam superadas, cabe à organização pensar no bem-estar do colaborador e oferecer o que é necessário.

Tenha suporte de uma consultoria especializada

Para prevenir as falhas e não ter retrabalho, uma consultoria especializada que preste todo o suporte nesse campo é a escolha certa.

Busque por uma empresa que tenha profundo conhecimento no assunto e pode ajudar não apenas no cumprimento da lei, mas, em outros campos como formação dos colaboradores, capacitação dos funcionários e até mesmo o recrutamento e seleção dos novos membros da equipe.

Esse será o diferencial para chegar mais rápido ao objetivo e conseguir elaborar metas que sejam consistentes com a realidade.

Inclua as metas no planejamento

Identificadas as necessidades e tendo ciência de como as coisas devem ser feitas, inclua as metas de acessibilidade no planejamento anual ou em um outro período de tempo.

Ao elaborar todo um projeto para a acessibilidade, ter um cronograma a ser seguido e metas a serem atingidas fará com que elas não sejam esquecidas e sempre haverá alguém fazendo o acompanhamento.

Crie um comitê de diversidade que acompanhará as metas

O comitê de diversidade terá a função de acompanhar as metas, porém o seu papel será muito além disso. Ele verificará de que forma a implementação está sendo feita, se o resultado está sendo o esperado e quais desvios eventualmente podem estar ocorrendo.

Por ser formado por diferentes colaboradores, ele acaba incentivando os demais para que se preocupem em alcançar o que foi planejado. A acessibilidade será um tema que sempre estará em evidência, afinal, o comitê fará com que essa meta não seja esquecida e, com isso, fica mais possível promover melhorias no ambiente de trabalho.

Reinicie o ciclo

Estabelecer metas de acessibilidade apenas uma única vez no planejamento não é suficiente, elas devem ser constantemente revistas e aprimoradas, afinal, as necessidades das organizações, pessoas e tecnologias mudam.

Ao final de cada ciclo do planejamento, reveja o que foi conquistado e se planeje para recomeçar todas as etapas, implementando melhorias que foram observadas ao longo do processo.

Todas essas etapas servem para que se consiga incluir as metas de acessibilidade na rotina e cada uma delas deve ser bem desenvolvida e acompanhada para que se consiga chegar ao objetivo.

A acessibilidade só terá importância na empresa quando deixar de ser vista com custo e passar a ser uma meta que proporciona melhorias  para os colaboradores e clientes. Dessa forma, será incluída no planejamento e almejada por todos.

Que tal dar o primeiro passo?  Entenda mais sobre acessibilidade.