As empresas estão cada vez mais preocupadas em trabalhar com a diversidade, contratando profissionais com perfis e condições diferentes. Porém, durante o processo é normal que surjam dúvidas sobre nomenclaturas a serem utilizadas e ao que se referem determinados termos. Para ajudar a esclarecer a questão, montamos um dicionário de inclusão.

As palavras e expressões listadas a seguir são um ponto de partida para garantir que a inclusão aconteça em todos os níveis da empresa, bem como ajudam a saber quais os termos corretos.

Dicionário de inclusão

Conheça alguns termos mais comuns conforme o dicionário de inclusão a seguir, entenda o que cada um deles significa e quando devem ser empregados.

1. Acessibilidade: Uma maneira de garantir que pessoas com algum tipo de deficiência utilizem, de forma autônoma e segura, edificações, mobiliário, transporte, comunicação e outras estruturas, objetos e diferentes recursos.

2. Acessibilidade digital – Uma forma de assegurar que pessoas com deficiência  recursos digitais com igualdade, autonomia e segurança. Para isso, é preciso implementar funções capazes de atender a cada tipo de deficiência.

3. Adaptação: Adequação de espaços, mobiliários e outros que tiveram as suas características originais alteradas para que se tornassem acessíveis.

4. Braille: Sistema de comunicação que utiliza pontos em relevo para representar letras, números, pontuação e outros, utilizado por pessoas cegas.

5. Capacitismo: Refere-se à violência ou discriminação praticada contra a pessoa com deficiência, caracterizando-a como incapaz ou inapta para executar as atividades.

6. Comunicação sonora: Sistema que utiliza sons e requer percepção auditiva.

7. Consultoria de inclusão: A consultoria de inclusão é uma empresa que oferta diferentes serviços voltados para garantir a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Isso pode ocorrer por meio da realização de projetos de inclusão, condução de processos seletivos, dentre outros. Muito além de fazer parceria com as empresas, esse tipo de consultoria visa conscientizar e orientar sobre a importância da inclusão.

8. Deficiência Auditiva: Perda total ou parcial da audição.

9. Deficiência Intelectual: Quando as funções intelectuais são afetadas antes dos 18 anos, acarretando o comprometimento de duas ou mais habilidades.

10. Deficiência Múltipla: Ocorre quando a pessoa apresenta mais de uma deficiência.

11. Deficiência Visual: A pessoa pode ter perda significativa da visão, ser cega ou a perda da visão de um único olho.

12. Deficiência Física: Alteração de uma ou mais parte do corpo que compromete a função física.

13. Design universal – Também chamado de desenho universal, se refere a um ambiente pensado para todos e não pode ficar de fora de um dicionário de inclusão. Dimensões e layouts são desenhados para atender a idosos, gestantes, pessoas com deficiência, e todas as demais pessoas.

14. Diversidade: Grupo de pessoas com diferenças nítidas, sendo que essas podem ser de raça, religião, orientação sexual, nacionalidade, ou seja, que representem um dos marcadores sociais.

15. Equidade: Prática que permite que os indivíduos tenham condições diferenciadas de acordo com a sua necessidade para que no final obtenham os mesmos resultados.

16. Lei de Cotas: Como é popularmente conhecida a lei nº 8.213, que determina que as empresas devem ter um número mínimo de profissionais com deficiência em seu quadro de funcionários.

17. Leitura orofacial: Chamada normalmente de leitura labial, permite que se entenda o que o falante diz por meio de interpretação do movimento labial.

18. Libras: Língua Brasileira de Sinais, de natureza visual-espacial, utilizada por pessoas com deficiência auditiva.

19. Pessoa com Deficiência (PCD): Termo correto para se referir a quem possui impedimentos de natureza física, mental, intelectual ou sensorial por longo prazo.

20. Piso tátil – Piso com cor e relevo diferenciado que serve para que pessoas cegas se guiem por ele.

21. Projeto de inclusão: O projeto de inclusão é um termo utilizado pelas empresas que querem se adequar à legislação que visa a inclusão de pessoas com deficiência no mercado de trabalho e, com isso, trabalhar a diversidade. O projeto é composto por ações e metas elaboradas com essa finalidade.

22. Rota acessível: Trajeto que permite que pessoas com mobilidade reduzida e pessoas com deficiência possam seguir por ele sem que haja impedimentos ou obstáculos.

23. Teto de vidro: Barreira invisível que impede a promoção, contratação ou desenvolvimento de certos indivíduos no ambiente de trabalho. 

24. Viés inconsciente: Percepções inconscientes que podem levar a comportamentos e ações preconceituosas e de exclusão. 

O dicionário de inclusão que preparamos visa apenas orientar sobre os termos principais, mas ele não exclui a necessidade de informação mais aprofundada o tema de diversidade e inclusão. Portanto, as organizações devem se preparar para que possam realmente ter um processo inclusivo nas empresas.

Quer entender melhor sobre os termos utilizados no dicionário de inclusão e aprender sobre inclusão? Siga a Talento Incluir nas redes sociais e fique atualizado: Facebook, Linkedin e Instagram.