Promover a diversidade no meio corporativo é muito mais que uma questão social. Comprovadamente, a inclusão traz benefícios para as empresas.

Em uma organização, é preciso que coexistam ideias diferentes, pessoas que veem o mundo de maneiras distintas e que possam colaborar com suas experiências e conhecimento. Uma forma de conseguir isso é contratando profissionais que possuem características diferentes, como classes sociais, níveis de escolaridade e que representem todas as parcelas da sociedade, como pessoas com deficiência, negros e LGBT.

Ao fazer isso, a organização estará se mostrando inclusiva e poderá aproveitar os benefícios de apoiar a diversidade.

Provas de que a inclusão traz benefícios

Para que não tenha mais dúvida de que a inclusão traz benefícios, veja alguns dados que comprovam essa afirmação.

1. Desempenho superior

A diversidade pode afetar o desempenho da organização ao reunir pessoas com pensamentos e visões diferentes que contribuem de variadas formas. Dados de um estudo da consultoria McKinsey & Company mostram que as indústrias com maior grau de diversidade em seu quadro de profissionais conseguem ter um desempenho até 35% maior do que as que são mais restritivas em relação à contratação de colaboradores.

Logo, tem-se o aumento da produção sem mexer nos custos, o que pode ser vantajoso financeiramente. Assim, inclusão traz benefícios que podem ser revertidos para colaboradores e sociedade.

2. Redução nos conflitos

Os conflitos internos podem prejudicar a produção, relacionamento dos colaboradores e até mesmo a imagem da organização. Naquelas que trabalham com a inclusão, é possível notar uma redução de cerca de 50% nesse tipo de problema, segundo estudo da Harvard Business Review.

Isso ocorre porque as pessoas aprendem a respeitar e valorizar as diferenças, tornando o relacionamento com o próximo mais tolerante e respeitoso. Além disso, o trabalho em equipe é incentivado e a formação de grupos de trabalho pode trazer ideia inovadoras.

3. Engajamento dos colaboradores

Os colaboradores passam a ter o sentimento de valorização e respeito quando parte da organização mostrar que todos têm o seu valor e podem contribuir de alguma forma. Isso faz com que o índice de engajamento seja 17% superior em relação ao das demais empresas, segundo o mesmo estudo da Harvard Business Review.

O “vestir a camisa” contribui com uma imagem positiva da organização e uma redução no turnover.

4. Comunicação sadia

Mais de 70% dos trabalhadores de empresas que promovem a diversidade sentem que têm espaço para expor suas ideias e que são ouvidos, conforme um estudo conduzido pelo Hay Group no Brasil. Com isso, surgem sugestões que ajudam a aprimorar o trabalho e contribuem para o ganho de produtividade. 

5. Alinhamento da cultura da empresa com a dos colaboradores

Pesquisa da Randstad, multinacional holandesa de recursos humanos, mostra que 87% dos profissionais do mundo valorizam o tema diversidade e que no Brasil esse índice chega a 91% isso deixa claro que a inclusão traz benefícios para todos.

Quando a empresa está alinhada com o pensamento de seus colaboradores, consegue estabelecer parcerias e criar um ambiente de trabalho saudável que propicia o crescimento das partes. Com isso, há uma melhora da qualidade, a produtividade aumenta e aumentam as chances de se atrair os melhores profissionais do mercado.

6. Alinhamento da cultura da empresa com a dos consumidores

Os consumidores estão atentos ao que compram e esperam que as empresas que fornecem os produtos tenham responsabilidade social. Uma pesquisa da consultoria de marketing Roland Berger apontou que 53% dos consumidores acreditam que as organizações devem ir além da legislação quando o assunto é gerar benefícios para a sociedade.

Quando se trata de responsabilidade social empresarial, 37% dos pesquisados acreditam que é importante manter programas que promovam a diversidade e igualdade de oportunidades.

Se isso acontece dentro das organizações, são maiores as chances de agradar os consumidores e manter um bom posicionamento no mercado.

Mudança de postura

Apesar de todos esses estudos que comprovam que a inclusão traz benefícios para as empresas, nem todas as organizações estão no caminho certo para obter as vantagens desse posicionamento. Muitos líderes de empresas brasileiras nunca ouviram falar ou sabem pouco sobre a Lei de Cotas. Isso torna muito mais difícil a inclusão.

Promovendo a inclusão e diversidade, esse passa a ser um tema amplamente discutido com a liderança, que passa a conhecê-lo. Isso ajuda a empresa a ir além do cumprimento das obrigações legais e evita multas ou outros tipos de penalização.

Diante dos números citados neste texto, não há como negar que a inclusão traz benefícios, por isso, já está na hora de sua empresa mudar de postura e começar a trabalhar essa ideia.

Para saber de forma mais detalhada os ganhos da inclusão, baixe o nosso e-book para saber o que as empresas ganham ao contratar pessoas com deficiência.